Tecnologia da Informação
Header

MPS.BR: A Gati está se preparando!

dezembro 30th, 2012 | Posted by admin in Gestão de Pessoas - (Comentários desativados)

Atualmente qualidade já não é mais um diferencial, e sim um requisito básico em projetos de software.

Baseado nisso, várias empresas estão buscando certificações que comprovem que utilizam as melhores práticas para desenvolver seus projetos e entregar produtos com excelência para seus clientes. Uma das mais buscadas na área de qualidade é o programa MPS.BR, utilizado para melhorar os processos de software de organizações brasileiras, afim de disseminar boas práticas da engenharia de software e tornar as organizações mais competitivas no mercado local e global.

 O modelo busca atender à necessidade de implantar os princípios de engenharia de software de forma adequada às necessidades de negócio das organizações brasileiras e define sete níveis de maturidade de processos para organizações que produzem software: A (Em Otimização), B (Gerenciado Quantitativamente), C (Definido), D (Largamente Definido), E (Parcialmente Definido), F (Gerenciado) e G (Parcialmente Gerenciado). Cada um dos níveis de maturidade (do nível G – primeiro estágio de maturidade ao nível A – mais maduro) apresenta cumulativamente um conjunto de processos e atributos de processos que indicam onde a unidade organizacional tem que investir esforço para melhoria, de forma a atender aos seus objetivos de negócio e ao modelo.

O modelo MPS.BR (Melhoria de Processo de Software Brasileiro), vem para oficializar as boas práticas que a GATI utiliza na sua fábrica de software, e certificar o quanto nossos profissionais são focados na melhoria contínua do processo de software. Estamos nos preparando para implementação de dois níveis, F e G, onde nossos colaboradores estão envolvidos no processo e tornando realidade os objetivos estratégicos que temos na organização. A implementação dos níveis G e F é um passo significativo em uma organização de desenvolvimento de software. E é esse passo significativo que estamos buscando constantemente, a cada dia de trabalho em equipe.

Estamos focados em desenho de processos, treinamentos, conscientização de boas práticas, buscando atingir a excelência em nossos processos de desenvolvimento de software. Assim atingindo maior número de clientes, satisfação interna e externa. Mantendo nosso ambiente de trabalho cada vez mais organizado e colaborativo.

“O desafio é o que nos move..”

Ética profissional: Atitude que compromete.

dezembro 13th, 2012 | Posted by Graziele Gretter in Gestão de Pessoas - (Comentários desativados)

          Com um mercado de demandas cada vez mais exigentes é comum vermos a falta de ética de muitos profissionais, não só na área de TI, mas nas demais áreas. Essa ética não abrange somente a forma de se vestir, como a maioria normalmente acha, mas principalmente como as pessoas se tratam direta ou indiretamente umas as outras dentro do ambiente corporativo, aquelas conversinhas, a bajulação, não assumir suas responsabilidades repassando-as a outros, e até mesmo passar por “cima” dos outros colegas para atingir o seu objetivo.

Bom, mas o que é realmente a ética, em que ela se baseia, no senso comum?

A ética nada mais é que um conjunto de regras e preceitos morais de um indivíduo perante a sociedade.

Cada vez mais as corporações estão preocupadas com essa ética dentro do seu ambiente, mesmo não havendo regras pré-estabelecidas de conduta, cabe a cada gestor saber geri-la de alguma forma, nesse caso a melhor forma de se resolver isso seria aplicar o senso comum para poder verificar o que é aceitável ou não.

Como não há regras estabelecidas de como sermos éticos, abaixo cito alguns tópicos do que podemos aplicar, para que tenhamos uma melhor postura ética no ambiente corporativo.

- Seja honesto em qualquer situação.

- Nunca faça algo que você não possa assumir em público. 

- Seja humilde, tolerante e flexível. Muitas ideias aparentemente absurdas podem ser a solução para um problema. Para descobrir isso, é preciso trabalhar em equipe, ouvindo as pessoas e avaliando a situação sem julgamentos precipitados ou baseados em suposições.

- Ser ético significa, muitas vezes, perder dinheiro, status e benefícios.

- Dê crédito a quem merece. Nem sonhe em aceitar elogios pelo trabalho de outra pessoa. Cedo ou tarde, será reconhecido o autor da ideia e você ficará com fama de mau-caráter.

- Pontualidade vale ouro. Se você sempre se atrasar, será considerado indigno de confiança e pode perder boas oportunidades de negócio.

- Evite criticar os colegas de trabalho ou culpar um subordinado pelas costas. Se tiver de corrigir ou repreender alguém, faça-o em particular, cara a cara.

- Respeite a privacidade do vizinho. Mexer na mesa, nos pertences e documentos de trabalho dos colegas e do chefe não é nada legal.

- Ofereça apoio aos colegas. Se souber que alguém está passando por dificuldades, espere que ele mencione o assunto e ouça-o com atenção.

- Faça o que disse e prometeu. Quebrar promessas é imperdoável.

- Aja de acordo com seus princípios e assuma suas decisões, mesmo que isso implique ficar contra a maioria.

- O que fazer com os brindes e presentes? Muitas empresas têm normas próprias e estipulam um limite de valor para os brindes. Informe-se discretamente sobre isso e aja conforme a regra.

- A relação de trabalho é mediada pela hierarquia. O subordinado amigo deve ao chefe a mesma deferência que os demais – e o chefe amigo precisa ser extremamente cuidadoso para não beneficiar o subordinado que lhe é próximo.

- Caso trabalhe com alguém de quem não gosta, troque cumprimentos, mantenha distância e não comente a antipatia que sente. Isso minimiza os atritos e evita que os outros reparem a incompatibilidade e façam fofocas.

- Afaste-se das fofocas e maledicências. Só o fato de prestar atenção nelas pode lhe dar a fama de fofoqueiro. E aquele que lhe conta a última, pode levar, também, um comentário péssimo sobre você.

- Reconheça os erros, mas não exagere no arrependimento nem na culpa. A fala correta é: “não foi um erro intencional, isso não vai ocorrer de novo e vou remediar o acontecido”.

          As boas práticas éticas evitam que pequenas atitudes comprometam-nos profissionalmente.

Esse texto foi enviado pela nossa colaboradora do Grupo GATI Graziele Gretter.

Trabalho em equipe: Quais erros você comete?

dezembro 12th, 2012 | Posted by admin in Gestão de Pessoas - (Comentários desativados)

Já parou pra pensar o quanto precisamos dos outros para desenvolver determinadas tarefas? Já parou para analisar o quanto o trabalho em equipe está cada vez mais badalado?

Ter a capacidade de manter um bom trabalho em equipe é uma habilidade muito valorizada! E com certeza é um grande diferencial na hora de escolher um candidato para uma vaga de emprego dentro de uma organização. Quem vai querer alguém sem essa característica dentro da equipe?

Nas empresas que conheço um dos pré-requisitos fundamentais para conseguir aquela vaga de emprego é ter capacidade de trabalhar em conjunto e atingir objetivos com a equipe.

Justamente por isso, separamos alguns dos principais erros que geralmente acontecem nos ambientes de trabalho, onde equipes são prejudicadas por comportamento de colaboradores.

Vamos a nossa lista de possíveis erros detectados em algumas equipes:

- Ficar irritado com os colaboradores

Equipe sem atrito definitivamente não é uma equipe de verdade! Imagina várias personalidades e habilidades diferentes em um mesmo ambiente.. Com certeza atritos vão ocorrer, mas é nessa hora que devemos colocar em prática a empatia para evitar que o problema se torne maior ainda. Cada colaborador tem um ritmo e um rendimento. Alguns vão aprender mais rápido do que os outros..
Manter um ponto de equilíbrio entre ser educado e o emocional é importante demais nesses momentos de tensão.

- Recusar trabalho em equipe

Vai querer abraçar o mundo sozinho? Temos exemplos de sobra que grandes e bons resultados não nascem de ações individuais e isoladas. Resistir ao trabalho em equipe pode causar grandes danos para sua carreira, afinal, conseguir lidar com pessoas totalmente diferentes é um desafio enorme, e quem consegue fazer isso tem pontos a somar no currículo! Na organização, e dentro da equipe um depende do outro.. Se você
não quiser colaborar com o seu colega do lado, teremos um enorme gargalo nas ações realizadas. Se você ainda não consegue, chegou a hora de dar essa abertura, e começar a praticar.

- Não respeitar as diferenças

Equipes são compostas de pessoas totalmente diferentes, com habilidades diferentes. E ainda existem pessoas que simplesmente não respeitam a opinião e a postura do colega de trabalho. E aí? Como fica? As diferenças é que dão o balanço e a sinergia na equipe. Onde um complementa o outro. O que um não sabe, o outro pode ajudar. Respeitar essa diversidade é essencial no ambiente de trabalho. Aceitando a diversidade, as
possibilidades de atuação são ampliadas, sem invadir o espaço do outro. Vai ficar de cara fechada pelo seu colega discordar de você? Sem essa!

 - Resolver depois

Aqui é fator crítico, em todo ambiente que vejo onde conflitos são deixados pendentes a situação fica pior do que já está. Quando conflitos são acumulados, a proporção dos mesmos aumenta..
Podem ser dúvidas, algum desconforto, decisões adiadas, entre outros. Se o colaborador não tentar resolver o assunto, isso pode gerar fofoca com os outros colegas da equipe, antipatia, e sem falar no péssimo clima dentro do ambiente de trabalho.

Os deslizes que acontecem no nosso dia-a-dia de empresas são muitos, onde não conseguimos numerar tudo, onde as diversidades são gritantes, onde os desafios e obstáculos aparecem a todo o momento. Aqui vale gerar uma boa estratégia para a sinergia acontecer entre a equipe, onde o foco são resultados e manter a criatividade entre os envolvidos.

Chefes, gerentes, desenvolvedores, auxiliares, não importa o seu cargo, você comete erros, você precisa aprender mais. E no mercado competitivo que vivemos aprender algo novo sempre. Somos cobrados e cada vez mais, devemos mostrar pra que viemos.

E você? O que acha importante evitar ao trabalhar em equipe?

Iniciando o BLOG da GATI

dezembro 8th, 2012 | Posted by admin in Gestão de Pessoas - (Comentários desativados)

A GATI está lançando o seu BLOG e com isso estaremos publicando vários conteúdos das mais diversas áreas da tecnologia!

Estaremos publicando experiências, dicas, tutoriais e conteúdo sobre nosso dia-a-dia no mercado de trabalho.

Abaixo seguem alguns serviços que temos disponíveis:

Fábrica de Software: Desenvolvimento de soluções específicas para cada empresa, seja qual for o segmento, proporcionando aos seus gestores o controle total sob a mesma.

NF-e GATI: Muito utilizada no atual contexto econômico, a NF-e GATI é desenvolvida em Java/Ájax, utilizando padrões e tecnologias de mercado como ServiceMix, CXF entre outros.

Desenvolvimento Móbile: Acompanhando o mundo móbile, a GATI  possui um corpo de desenvolvedores com foco na plataforma Java para desenvolvimento de aplicações móveis.

Consultoria e Assessoria: Os conhecimentos oferecidos pela assessoria e consultoria da GATI permitem desenvolver e implantar as tecnologias mais adequadas à sua necessidade, proporcionando aos seus gestores o controle total sob sua empresa.

Iniciamos o mês de Abril com tudo aqui na GATI, preparamos nosso time para Gestão de Projetos com SCRUM.

Foram três noites de muito estudo e trabalho focado em métodos ágeis, na Católica SC.

Focamos em práticas utilizadas no Scrum, na formação do Kanban, na distribuição de tarefas, trabalho do time, sprints, planejamento e medição de produtividade do time. Além de muita troca de experiência entre os participantes e exemplos diários de como utilizar.

Não podemos deixar de citar o Manifesto Ágil que deu início a toda movimentação que temos hoje em dia.

Passamos a valorizar:

  • Indivíduos e interação entre eles mais que processos e ferramentas
  • Software em funcionamento mais que documentação abrangente
  • Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos
  • Responder a mudanças mais que seguir um plano

Trabalho baseado na TRANSPARÊNCIA e na GESTÃO A VISTA é a nossa meta!

Nosso time está focado em resultados e os desafios que vierem serão muito bem vindos na nossa fábrica de software.

O DESAFIO É O QUE NOS MOVE.

Abaixo seguem fotos do treinamento que realizamos nessa semana: